O meu cantinho!...

Não sou Poeta, não sou Professor, não sou Engenheiro e muito menos Doutor. Sou alguém que aprendeu a ser o que é, porque um dia me disseram que na vida o que realmente importa é ser eu próprio, confiar nos sentimentos e respeitar o que nos rodeia, ...as pessoas e ...o Mundo!

(Não é permitida a duplicação de partes ou da totalidade deste site sem a permissão do WebMaster)

» Ver dados pessoais «

sábado, fevereiro 21, 2009

Mamarracho

No post anterior faço referência a uma obra efectuada no adro da Nossa Senhora de Cervães muito mal feita. Como prometido, vou explicar porquê:
Por altura das obras de restauro do telhado da Capela no Verão de 2008, houve necessidade de alargar o portal de acesso ao adro, para que veículos pesados aí pudessem ter acesso. Antes do alargamento o portal era assim...

Foto de CMatos
(Reparem na área marcada a vermelho)

Findas as obras de restauro da Capela, e já com as festividades da Nossa Senhora de Cervães em Setembro à bica, o portal foi reposto no lugar ficando mais largo cerca de meio metro... só que, e para meu espanto (e não só meu), eis que surge este autentico mamarracho...

Foto CMatos
(Visto de dentro do adro...)

Foto CMatos
(...e agora de fora, que se vê melhor.)

Não sei quem foi o arquitecto e o engenheiro autor desta proeza, mas que há ali uma falta de visão estética, pelo menos, há! Mais, não sei como é que o Pároco da Freguesia de Santiago de Cassurrães, tão acérrimo defensor do património religioso, que tanto gosta, e bem, de preservar os traços antigos e históricos, deixa que uma coisa destas seja feita e mais do que isso, que passados estes meses todos ainda não tenha mandado compor esta aberração. E é tão fácil... que até eu, tendo a maquinaria necessária seria capaz de fazer. Mostro-vos como:

FotoMontagem de CMatos
(E onde está a pedra marcada a vermelho?)

Foto de CMatos
(Aqui mesmo, no meio do chão misturada com restos de outras pedras, que se calhar um dia destes vão para o "lixo".)

Fica aqui o meu apelo, a quem de direito (Junta de Freguesia, Pároco de Santiago, ou até mesmo a quem fez aquele trabalho) que ponha a mão na consciência e mande compor aquele portal, que me parece mesmo ter sido um arranjo daqueles... à pressão!
Pouco se pode fazer quando gente sem tino decide descer a escadaria frontal à Capela de Jipe e parte irremediavelmente alguns degraus, ou mesmo ao(s) energúmeno(s) que decidiu(ram) partir uma das bolas de pedra que encimam os pilaretes do inicio da mesma escadaria, mas neste caso pode-se fazer alguma coisa, é só querer...
Nota - Querendo cliquem nas imagens para ver melhor!

Etiquetas: , , ,